• Plataforma de conteúdo

Aula de talento no intervalo da faculdade.

Red Bull Break Time Sessions

A Red Bull resolveu preencher a rotina do intervalo das aulas na faculdade com muita música. Para isso, contou com os próprios alunos, que são a grande atração do Red Bull Break Time Sessions. Sozinhos ou com banda, no violão ou à capela, o que vale é o talento para apresentar uma grande performance em poucos minutos.

E para criar uma vitrine digna dos talentos espalhados em dezenas de universidades de todo o Brasil, a Trinca desenvolveu uma plataforma que, além de reunir os vídeos dos artistas, é repleta de conteúdo, com biografias, ferramentas sociais e a possibilidade de cada banda ou cantor brilhar ainda mais.

Para curtir o show, basta apertar o play.

Quase todo artista passa por dificuldades no início de sua carreira, então nada melhor do que contar com o apoio de uma das maiores marcas do mundo para divulgar sua música. Bandas e cantores podem se inscrever na plataforma do Red Bull Break Time Sessions e fazer o upload de seus vídeos após serem selecionados pela curadoria do projeto. Depois, é só torcer para agradar o público e receber muitos likes.

Conteúdo rico, interface amigável.

Antes de partir para o projeto, a Trinca mapeou cuidadosamente todas as necessidades e definiu que o acesso aos vídeos deveria ser o ponto principal. Por isso, o vídeo mais recente na plataforma ganha destaque no topo, seguido pelos melhores do mês e do ano. Um menu direciona toda a trajetória do usuário, garantindo o rápido acesso a outras áreas de interesse, como a relação de todos os participantes e o calendário das apresentações, com busca por artista ou faculdade.

A plataforma

A plataforma criada pela Trinca apresenta uma experiência rica em qualquer device, com design responsivo e visual clean. Quando profissionais de UX e designers trabalham em estreita colaboração, coisas boas acontecem: neste caso, uma navegação fluida com estilo visual impactante, que direciona todos os holofotes para os próprios artistas.

Conheça o projeto
sddsf