Qual a estratégia de inovação ideal para sua organização?

Em um contexto de transformação digital, desenvolver uma estratégia de inovação é essencial para manter o negócio competitivo, gerando resultados e acompanhando as mudanças cruciais do mercado.

Para isso, é importante ter em mente que nem tudo é feito do dia para a noite, sendo necessário pensar tanto a curto quanto a longo prazo para que as ações gerem impactos positivos no negócio e otimizem a tomada de decisões.

Quer saber mais sobre o que é uma estratégia de inovação e qual a ideal para a sua organização? Continue a leitura deste artigo e descubra.

O que é estratégia de inovação?

Estratégia de inovação diz respeito a uma organização conjunta de processos, pessoas e recursos que visam a realização de ações inovadoras, que podem ser de curto, médio e longo prazo, utilizadas para viabilizar uma visão de negócio.

Ou seja, é composta por um direcionamento planejado que envolve a adoção de ações com o objetivo de gerar vantagem competitiva, guiar o caminho da empresa sobre determinado assunto, melhorar os produtos ou serviços ou mesmo ampliar a expansão do empreendimento.

Para estabelecer uma estratégia de inovação, contudo, é preciso considerar aspectos importantes como o orçamento, infraestrutura, estrutura dos times e, é claro, desenvolver uma cultura organizacional com foco em inovar.

É pela gestão da cultura que os resultados são potencializados, pois ela é um componente essencial ao definir uma estratégia de inovação eficiente, prática e que unifique as expectativas de todos os profissionais envolvidos.

Saiba qual a estratégia ideal para a sua empresa

Depois de entender o que é uma estratégia de inovação, o primeiro passo é conhecer ou redescobrir a capacidade da sua empresa de inovar, o que muitas vezes pode necessitar de abordagens diferentes e disruptivas.

Para isso, considere as seguintes estratégias, que são bastante importantes para os negócios da atualidade:

Criação de uma área de P&D

Atualmente, o mercado está cada vez mais orientado por dados, o que requer a criação de uma área de pesquisa e desenvolvimento (P&D), normalmente vinculada aos times de produto e marketing.

É por meio dessa estratégia de inovação que você pode manter, servir, moldar e monitorar o mercado, com ações de redução de custos, desenvolvimento de produtos por demanda, buscando soluções disruptivas e acompanhando novas tecnologias que entram no mercado.

Assim, é possível colher, estruturar e analisar dados capazes de entender comportamentos, prever cenários e refinar o seu planejamento estratégico, criando até mesmo novos mercados e negócios.

Definição de KPIs

Outra estratégia de inovação muito utilizada é a definição de KPIs, pois os indicadores de performance ajudam a medir o impacto das ações enquanto são implementadas, atribuindo margem para alterações.

Com isso, é possível entender a eficácia do seu planejamento na prática, avaliando os investimentos constantemente e tomando decisões baseadas em dados qualitativos e quantitativos, garantindo o funcionamento e integração de todas as áreas.

Inovação aberta

Por fim, a última estratégia de inovação que destacamos é a inovação aberta, processo de promoção de ideias, pesquisas abertas capazes de melhorar o desenvolvimento de produtos, serviços e ações que agregam mais valor.

Para isso, é preciso uma cultura que considere cooperações entre a sua organização e instituições de pesquisa, fornecedores e também os usuários das suas soluções para, assim, desenvolvê-las de maneira mais eficiente.