O que é intraempreendedorismo e como ele incentiva a inovação?

Na medida em que a tecnologia impõe transformações cada vez mais dinâmicas às empresas, o poder de escolha dos consumidores e seu nível de exigência aumenta a todo momento. Para superar os desafios da era digital, os negócios devem ser ágeis, manter uma cultura sólida de inovação e conseguir diferenciar-se diante das novas e constantes demandas competitivas.

Não por acaso, 91% dos empregadores acreditam que a capacidade de resolver problemas, de pensar criticamente e de comunicar claramente novas soluções é tão ou mais importante que a própria formação dos colaboradores, segundo uma pesquisa publicada na Forbes.

O conceito de intraempreendedorismo é a chave para agregar esses diferenciais na sua equipe. Saiba mais sobre ele, como promovê-lo e seus principais benefícios a seguir.

Entenda o conceito de intraempreendedorismo

O intraempreendedorismo diz respeito ao pensamento empreendedor adotado dentro das empresas pelos seus próprios colaboradores. Como você sabe, o empreendedor cria um negócio e assume os riscos para colocar suas ideias em prática. Já o intraempreendedor trabalha para que elas se mantenham vivas e relevantes.

Diferente de um funcionário comum, o profissional com esse perfil empreende dentro de seu cargo. Para isso, assume uma postura inovadora, resolvendo problemas e propondo soluções. Isso significa fugir da rotina e não fazer apenas o que é solicitado. O foco é ir além, com atenção às mudanças do mercado, suas novas tendências e principais oportunidades.

Em entrevista à InfoMoney, Marcelo Salim, responsável pelo Centro de Empreendedorismo do Ibmec, afirma que “os intraempreendedores visam inovar e melhorar aquilo que já existe”. Ou seja, o intraempreendedorismo faz o colaborador perceber a empresa também como algo seu. Assim, ele atua para aprimorá-la e pode até encabeçar novos projetos.

Evidentemente, isso só é possível quando há uma cultura favorável para esse perfil de profissional.

Isso significa que os negócios devem deixar as hierarquias e as formalidades de lado e serem abertos às novas ideias, para que as pessoas tenham abertura e estímulo para agir assim. Nesse processo, outros requisitos devem ser cumpridos para criar um ambiente propício ao intraempreendedorismo. Saiba mais sobre eles logo abaixo.

Como aplicar no seu negócio

Como mencionamos acima, atitudes inovadoras e proativas só existem quando há um perfil cultural orientado a elas na organização. Nesse sentido, para promover o intraempreendedorismo no seu negócio, comece priorizando as seguintes medidas:

Treinamento e capacitação

Não basta oferecer abertura na comunicação. O intraempreendedor deve sentir-se empoderado para apresentar suas visões e novas alternativas. Isso significa que sua empresa deve fomentar o crescimento das pessoas, para que elas se tornem capazes de fazer mais. Portanto, os processos de aprendizagem e capacitação devem ser contínuos, assim como a troca de experiências por meio de palestras, meetups, etc.

Desenvolvimento de gestores

Um bom líder não é aquele que simplesmente analisa KPIs de desempenho, fiscaliza as rotinas de trabalho e cobra mais produtividade.

O gerenciamento tradicional é deixado de lado no intraempreendedorismo. O foco é potencializar a capacidade das pessoas. Isso significa entender suas visões, prestar orientação e dar espaço para elas colocarem suas ideias em prática.

Criar um ambiente diverso

A inovação está diretamente relacionada à diversidade. Pessoas de perfis diferentes e de formação multidisciplinar garantem propostas mais amplas e engajadas para a empresa.

Seja no desenvolvimento de um produto, na mudança de um processo, na criação de um e-commerce ou em qualquer outra ação corporativa, um olhar diverso e coletivo permite agregar novas perspectivas e encontrar soluções diferentes para um mesmo problema ou oportunidade.

Vantagens de investir no intraempreendedorismo em uma empresa

Estimular a inovação e a ampla participação dos colaboradores com certeza garante vantagens competitivas muito significativas para qualquer negócio.

Não importa se a organização busca criar soluções ou simplesmente deseja melhorar as atividades já existentes, o intraempreendedorismo estimula as condições ideais para que isso seja feito sempre da melhor maneira possível.

Afinal, essa cultura gera proatividade entre os profissionais. Dessa forma, as pessoas não reagem a comandos ou solucionam problemas já existentes. Pelo contrário, elas estão sempre em busca de novas oportunidades para que o crescimento organizacional seja constante.

Para que a busca por novas soluções e a antecipação de problemas seja algo inerente ao seu time, você precisa ter processos centrados nos indivíduos e em sua colaboração.