Principais tendências de produtos digitais para 2022

Se a área de e-commerce, por si só, já é repleta de benefícios para os empreendedores, a venda de infoprodutos agrega facilidades e margens de lucro ainda maiores. Afinal, seu foco é nas mercadorias eletrônicas. Elas são vendidas diretamente na internet no formato de áudio, vídeo, texto ou mesmo de sistemas e aplicativos.

Muito além do alcance, da viabilidade e das próprias facilidades logísticas, os produtos digitais também ganharam a preferência dos consumidores. Só em 2020, as vendas cresceram 103%. Foram mais de 4 mil novos infoprodutos inseridos nas principais plataformas da área diariamente, segundo dados divulgados no Terra.

Que tal ficar por dentro das melhores novidades do setor e aproveitar suas oportunidades de negócios? Acompanhe o artigo e saiba mais.

Principais tendências de produtos digitais para 2022

Vivemos em um mundo totalmente conectado. Portanto, faz todo sentido que os consumidores valorizem cada vez mais as soluções capazes de aprimorar suas experiências nas diferentes plataformas que utilizam.

Não é exagero afirmar que os infoprodutos atingiram o auge de sua relevância. Os exemplos de produtos digitais são inúmeros e podem englobar itens que já utilizamos frequentemente no nosso dia a dia.

Contudo, a área segue em pleno crescimento e apresenta tendências que devem tomar conta do mercado já no ano que vem. Conheça as principais delas:

Social Selling

Social selling se refere às vendas feitas nas redes sociais. Elas usam o poder dessas plataformas de conectar marcas e clientes para criar oportunidades diretas de conversão. Ferramentas como o Facebook Marketplace e o Instagram Shopping já caíram no gosto das pessoas e só tendem a crescer mais.

Afinal, 76% dos usuários já usam as mídias sociais para pesquisar por produtos. Além disso, 70% pretende começar a comprar por elas, segundo dados divulgados pelo E-commerce Brasil.

UGC

Já o User Generated Content é o conteúdo online criado pelos próprios usuários. Diferente de outros produtos digitais, a principal tendência da área é um tipo de serviço. Trata-se do marketing de influência. Nele, influenciadores são contratados pelas marcas para promovê-las. Isso porque, na cultura digital, as pessoas são mais influenciadas por quem se demonstra próximo delas.

Para você ter ideia, 82% dos usuários seguem mais as recomendações dos influenciadores do que de celebridades. Inclusive, 74% das empresas já optam pelos influenciadores nas suas campanhas, segundo a TapInfluence.

Bots

O chat é o meio de contato preferido dos consumidores online. Assim, os chatbots se tornaram muito populares para tornar a ferramenta ainda mais viável e automatizada. A busca agora é melhorar a experiência dos usuários e evitar a “robotização”. Por isso, os bots estão sendo significativamente aprimorados e se tornando mais humanizados.

Dados publicados no Canaltech revelam que 51% das pessoas preferem ser atendidas via chat. Ainda, 94% das empresas que investiram em assistentes virtuais nos últimos 4 anos já recuperaram seus investimentos. 99% delas tiveram a satisfação dos clientes aumentada.

Exemplos de produtos digitais

Todo consumidor que compra mercadorias digitais procura resolver algum problema, superar uma dificuldade ou mesmo aprender algo. Como você pôde conferir neste artigo, os produtos digitais englobam praticamente todas as soluções online que podemos adquirir, usar, consumir ou baixar em sites e e-commerces.

Quando pensamos em conteúdo, um infoproduto pode se referir a qualquer tipo de ebook, webinar, podcast, audiobook ou área exclusiva de membros em um portal, por exemplo. Se a ideia é ir além do consumo pontual de informações, eles também incluem materiais mais aprofundados. Eles podem ser cursos online, workshops, consultorias remotas, newsletters, etc.

Já em termos de comodidade, os exemplos de produtos digitais podem estar em modelos de planilhas, templates, aplicativos de organização, e assim por diante.

Além disso, empresas e profissionais podem adquirir infoprodutos mais completos para atender suas demandas. Os principais são sistemas e softwares de gestão em geral. As possibilidades são diversas. Elas vão de soluções básicas às mais complexas. A lista ainda poderia incluir jogos, apps em geral, além das próprias soluções de bots, UGC, social selling e muitas outras.

Em todos os casos, para vender esse tipo de solução, é indispensável ter o apoio de um time multidisciplinar e capaz de integrar processos, pessoas e ferramentas para criar experiências realmente transformadoras junto ao seu negócio.